O SUCESSO DE JESUS CRISTO   (19/02/2013)
Religião
Por: Anticristo

Jesus de Nazaré, segundo os próprios seguidores, não foi o único que surgiu dizendo-se o Messias prometido pelos profetas. Houve vários outros, dos quais dois estão mencionados no livro de Atos dos Apóstolos. Mas só Jesus conseguiu convencer o povo mesmo depois de morto. A que se deve esse sucesso? Todos os religiosos afirmam ser por ser ele o verdadeiro messias. Mas há outras razões que eles desconhecem.

“Mas, levantando-se no sinédrio certo fariseu chamado Gamaliel, doutor da lei, acatado por todo o povo, mandou que por um pouco saíssem aqueles homens; e prosseguiu: Varões israelitas, acautelai-vos a respeito do que estais para fazer a estes homens. Porque, há algum tempo, levantou-se Teudas, dizendo ser alguém; ao qual se ajuntaram uns quatrocentos homens; mas ele foi morto, e todos quantos lhe obedeciam foram dispersos e reduzidos a nada. Depois dele levantou-se Judas, o galileu, nos dias do recenseamento, e levou muitos após si; mas também este pereceu, e todos quantos lhe obedeciam foram dispersos. Agora vos digo: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque este conselho ou esta obra, caso seja dos homens, se desfará; mas, se é de Deus, não podereis derrotá-los; para que não sejais, porventura, achados até combatendo contra Deus. (Atos, 5: 34-39).

Sabemos que o messias prometido não deveria ser o Jesus de Nazaré (Vejam O PREDITO MESSIAS E O CRISTIANISMO). Mas sua doutrina foi por demais atraente e agradou mais ao povo do que as promessas de Jeová.

Jeová prometia prosperidade, longevidade e vitória sobre os inimigos:

“Honra a teu pai e a tua mãe, para que prolongues teus dias na terra que te dá o Senhor Teu Deus”.

“E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás por cima, e não por baixo; se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, para os guardar e cumprir,” (Deuteronômio, 28: 13).

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio. Porque ele te livra do laço do passarinho, e da peste perniciosa. Ele te cobre com as suas penas, e debaixo das suas asas encontras refúgio; a sua verdade é escudo e broquel. Não temerás os terrores da noite, nem a seta que voe de dia, nem peste que anda na escuridão, nem mortandade que assole ao meio-dia. Mil poderão cair ao teu lado, e dez mil à tua direita; mas tu não serás atingido. Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios. Porquanto fizeste do Senhor o teu refúgio, e do Altíssimo a tua habitação, nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos...” (Salmos, 91).

Jesus não prometia nenhuma recompensa aqui; dizia que seus seguidores iriam padecer neste mundo, mas teriam uma eterna recompensa no reino dos céus: “E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna”. (Cf. Mateus 19:29).

Como as promessas de Jeová já não eram atraentes, uma vez que aquele povo tão valente estava sendo humilhado pelo domínio romano, a oferta de Jesus teve boa aceitação.

Morto Jesus, seus apóstolos fizeram uma grande adaptação dos textos aos fatos relacionados à sua vida e morte, conseguindo conquistar muitos adeptos. E, à medida que a doutrina atingia gerações mais distantes dos seus dias, tudo parecia mais verdadeiro, até que convenceram os imperadores romanos, abrindo caminho para o Cristianismo dominar o mundo.

POR QUE AINDA ESPERAM O FIM DO MUNDO?



1129 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

19 usuário(s) online